27 de novembro de 2006

3 comentários:

CZ disse...

Perfil do sonho

Não foi a jangada,
nem de pedra,
nem de nada,
que ajudou a lançar-me neste sonho de futuro.

Não foi a maré,
nem a glória,
nem a fé,
que me incitaram a ambicionar este tesouro.

Não foi a brisa,
nem o marinheiro
ou a profetisa
que me inspiraram neste trajecto inseguro.

Foi o brilho,
foi a luz,
a claridade,
a visão do horizonte,
o desejo,
e a vontade.
Foi o perfil territorial
da aventura.
Foi a busca da verdade,
foi o esto imperial
e foi a audácia pura.

Carmen Zita Ferreira
28 de Novembro de 2006

Rosa dos Ventos disse...

Deslumbrante!

Anónimo disse...

Chamar-lhe-ia o urso pensativo.
Espantosa!
Abraço
FS